Os conceitos de Vivência e Reelaboração Criadora para as crianças de uma comunidade quilombola

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria Lidia Bueno Fernandes http://orcid.org/0000-0003-4878-3115

Resumen

Resumo (analítico): Este artigo apresenta reflexões sobre a infância na comunidade Vão de Almas, pertencente ao Território Quilombola Kalunga no município de Cavalcante/GO/Brasil, que assume papel relevante pela sua inserção nas atividades cotidianas, ligadas à economia de subsistencia. Em termos teóricos este artigo trabalha na perspectiva da Teoria Histórico Cultural e estabelece uma aproximação tanto com o conceito de Vivência (Perejivanie) quanto o de Reelaboração Criadora (Tvortcheskaia Pererabotka) na perspectiva da unidade pessoa-meio em Vigotski. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com a criança e não sobre a criança e tem como objetivo identificar os saberes construídos por elas em sua interação com o meio. Como resultado parcial percebeu-se a forte vinculação entre território e cultura na configuração das identidades dessas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

##submission.howToCite##
BUENO FERNANDES, Maria Lidia. Os conceitos de Vivência e Reelaboração Criadora para as crianças de uma comunidade quilombola. RLCSNJ, [S.l.], v. 16, n. 1, p. 213-226, ene. 2018. ISSN 2027-7679. Disponible en: <http://revistaumanizales.cinde.org.co/rlcsnj/index.php/Revista-Latinoamericana/article/view/3109>. Fecha de acceso: 20 feb. 2018
Palabras clave
Infância; Cultura; Saber; Território
Sección
Segunda Sección: Estudios e Investigaciones