Relações entre prioridades de valores de adolescentes e posições sociais de renda e escolaridade

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Joao Wachelke

Resumen

(analítico): a pesquisa, baseada na teoria funcionalista dos valores, caracterizou a importância concedida por adolescentes de diversas posições sociais aos valores, considerados como princípios-guia individuais. Os participantes foram 736 estudantes secundaristas (51,5% mulheres, média de idade: 16 anos) de Uberlândia, Brasil, que responderam uma versão adaptada do Questionário de Valores Básicos (QVB) e forneceram informações familiares sobre renda e escolaridade. Os dados foram tratados a partir de estatística descritiva e análise das correspondências. Os resultados indicam consensos e maiores proporções de alta importância para alguns valores centrais, suprapessoais, interacionais e de realização, corroborando pesquisas anteriores. Foram observadas variações em valores normativos como religiosidade e tradição, cuja importância decresce à medida que aumentam renda e escolaridade. Essa relação é discutida em termos das funções motivadoras, conformistas e ideológicas da religião.
 
Palavras-chave: valores, adolescentes, classes econômicas, escolaridade (Tesauro Ciencias Sociais da Unesco).

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

##submission.howToCite##
WACHELKE, Joao. Relações entre prioridades de valores de adolescentes e posições sociais de renda e escolaridade. RLCSNJ, [S.l.], v. 16, n. 2, p. 913-927, jul. 2018. ISSN 2027-7679. Disponible en: <http://revistaumanizales.cinde.org.co/rlcsnj/index.php/Revista-Latinoamericana/article/view/3327>. Fecha de acceso: 24 mayo 2019
Sección
Segunda Sección: Estudios e Investigaciones